:.   Perguntas frequentes (FAQ's)

 
:. O Repositório.UL

O que são repositórios?

Repositórios institucionais (RI’s) são sistemas de informação que armazenam, preservam e difundem a produção intelectual de uma instituição.

O que é o Repositório.UL?

O Repositório.UL é o repositório institucional da Universidade de Lisboa. Utiliza a plataforma Dspace (http://www.dspace.org/). Visite-nos em http://repositório.ul.pt ou através do portal RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal) em http://www.rcaap.pt/.


Quais são os objectivos do Repositório.UL?

São objectivos do Repositório.UL:
- Promover o Acesso Livre e contribuir para aumentar o impacto da investigação desenvolvida na Universidade de Lisboa.
- Incrementar a visibilidade e a acessibilidade da produção científica e facilitar a gestão da informação sobre a sua produção científica.
- Contribuir para aumentar a visibilidade da UL., e dos que nela trabalham, servindo como indicador tangível da sua qualidade e da relevância científica, económica e social das suas actividades de investigação e ensino;
- Preservar a memória intelectual da UL.


Que tipo de documentos posso encontrar no Repositório.UL?

No Repositório.UL pode encontrar diversos tipos de documentos, em formato digital, resultantes das actividades de investigação desenvolvidas na UL, nomeadamente: teses de doutoramento, dissertações de mestrado, artigos de revistas científicas nacionais e internacionais, comunicações a congressos e conferências.
O Repositório.UL reúne documentos de todas as áreas científicas existentes na UL e está em constante crescimento, com novos documentos depositados regularmente e, previsivelmente, novas comunidades aderentes.


Como está organizado o Repositório.UL?

O Repositório.UL está organizado em Comunidades e Colecções. As Comunidades correspondem às unidades orgânicas (Faculdades, Centros de Investigação, Institutos, etc.) da Universidade de Lisboa. Por sua vez, cada Comunidade pode ter Sub-comunidades que correspondem a Departamentos, Laboratórios, Centros de Investigação, Institutos, etc.)
Cada Comunidade ou Sub-comunidade reúne os seus documentos em diferentes Colecções sendo que cada colecção pode manter um número ilimitado de documentos. As Colecções estão organizadas por tipo de documento. Diferentes colecções podem ter diferentes políticas.


Como posso encontrar a informação que pretendo?

O sistema disponibiliza um conjunto de ferramentas de pesquisa, nomeadamente Pesquisa Rápida ou Pesquisa Simples, Pesquisa Avançada e/ou Percorrer índices por comunidades & colecções, data de publicação, autor, título, assunto e tipo de documento.
Na Pesquisa Rápida e Pesquisa Simples a(s) palavra(s) digitada(s) na caixa de pesquisa serão pesquisadas em todos os campos - título, autor, assunto, resumo, série, editor … de cada documento existente.
Na Pesquisa Avançada pode especificar os campos que deseja pesquisar e combinar esses termos com os operadores Booleanos "and", "or" ou "not" e ainda definir se pretende pesquisar numa comunidade específica ou em todo o repositório.
[Ver mais…:  AJUDA do repositório]


Qual a relação do Repositório.UL com a plataforma DeGóis?

O Repositório.UL encontra-se ligado à plataforma DeGóis. Esta funcionalidade permite ao autor actualizar o seu currículo na plataforma DeGóis a partir do Repositório.UL., no momento em que está a realizar um depósito. Para tal, basta ter o seu CV no DeGóis e possuir as respectivas credenciais de acesso.


Qual a relação do Repositório.UL com o Movimento de Acesso Livre?

O Repositório.UL integra-se no crescente movimento de constituição de repositórios e arquivos de livre acesso, no quadro da Open Access Initiative, e em projectos nacionais como o RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal - http://www.rcaap.pt/) que reúne neste momento mais de 48 000 documentos provindos de vários repositórios científicos nacionais.


 

 

 
:. Área Pessoal

Quem se pode registar?

Qualquer pessoa se pode registar. No entanto, se pertencer à Universidade de Lisboa, deverá registar-se com o e-mail institucional.
Ver mais…“Quais as funcionalidades disponíveis na Área Pessoal?”


Como posso fazer o registo?

Para se registar necessita apenas de ter uma conta de e-mail. Assim que efectuar o registo receberá, nessa conta de e-mail, uma informação dos administradores do repositório com as indicações necessárias para activar a sua área pessoal.
Para se registar, seleccione a opção “Área Pessoal” disponível no menu do lado esquerdo do ecrã. De seguida, seleccione a opção “Utilizador novo? Clique aqui para se registar” e siga as instruções do sistema.


Quais as vantagens de estar registado?

Enquanto utilizador registado terá ao seu dispor algumas funcionalidades que não estão disponíveis para os utilizadores anónimos, nomeadamente a possibilidade de criar serviços de alertas, ou seja, ser informado de novos documentos disponibilizados nas suas colecções preferidas.
Se pertencer à Universidade de Lisboa, enquanto utilizador registado, terá acesso a todos os documentos que apenas estão disponíveis para os membros da Universidade de Lisboa.
Paralelamente, é através da “Área Pessoal” que poderá depositar os seus documentos no repositório desde que pertença à Universidade de Lisboa e esteja associado a algum grupo de investigação, unidade de orgânica, departamento, etc. Para que esta funcionalidade esteja disponível deverá contactar os administradores do Repositório.UL através do e-mail repositorio@reitoria.ul.pt.
Ver mais…“Depositar documentos no Repositório.UL”


Quais as funcionalidades disponíveis na Área Pessoal?

Existem 3 tipos de funcionalidades. O primeiro refere-se aos Alertas, ou seja, é a possibilidade de ver todos os alertas criados pelo utilizador. O segundo tipo, acessível apenas a quem tem permissões para depositar, está relacionado com o workflow de depósito, ou seja, com o processo de auto-arquivo de documentos no repositório
- Iniciar novo depósito
- Ver depósitos aceites
- Lista de depósitos pendentes – lista de depósitos iniciados mas não terminados
- Tarefas de revisão (de acordo com o workflow predefinido, se aplicável)
- Tarefas de coordenação (de acordo com o workflow predefinido, se aplicável)
- Tarefas de validação de metadados (apenas para as Bibliotecas)
- Finalmente, o terceiro tipo refere-se à possibilidade de Editar Conta e efectuar algumas alterações na sua conta de utilizador do Repositório.UL.


Posso ser avisado sempre que um novo documento for adicionado a uma colecção?

Sim, os utilizadores podem activar o serviço de alerta, passando a receber alertas através de correio electrónico quando é adicionado um documento novo a uma colecção. Os utilizadores podem activar o serviço de alertas em quantas colecções desejarem.
Para activar um alerta numa colecção, vá até à página principal da colecção e clique no botão "Activar Alerta". Para editar os seus alertas, veja "Serviço de Alertas", no menu do lado esquerdo do ecrã.


 

 

 
:. Depositar documentos no Repositório.UL

 

Que tipo de documentos podem ser depositados?

No Repositório.UL podem ser depositados quaisquer tipos de documentos, em qualquer formato, desde que reunam as seguintes condições:
- Ser produzido (autor ou co-autor) por membro (s) da UL;
- Não ser efémero;
- Estar em formato digital;
- Estar completo e pronto para "publicação";
- O autor deve poder, e estar disposto a, conceder à UL o direito não-exclusivo de preservar e dar acesso ao seu trabalho através do Repositório.UL


Como e onde posso depositar documentos?

Para depositar documentos no Repositório.UL tem de estar registado no sistema, ser identificado como membro da UL e ter permissões para depositar. O depósito é feito dentro de uma dada colecção de uma comunidade ou sub-comunidade, nas quais já possui permissões de depósito. Caso não tenha certeza sobre se possuiu autorização para depositar documentos numa determinada colecção, deve contactar os responsáveis da sua unidade e/ou a equipa do repositório (repositorio@reitoria.ul.pt) para o esclarecer sobre esse assunto.
Para o auxiliar no processo de depósito, foi criado um Guia de Auto-Arquivo que poderá ser consultado sempre que necessário.
A unidade a que pertenço (Departamento, Centro, Instituto, etc.) não está criada no Repositório.UL.


Como proceder para poder depositar?

Se a unidade a que pertence ainda não foi criada no Repositório.UL, deverá falar com o coordenador da sua unidade e contactar a Equipa do Repositório.UL através do endereço de correio electrónico repositorio@reitoria.ul.pt


Deixei um processo de depósito a meio. E agora?

Em qualquer ponto no processo de depósito pode suspendê-lo e conservar o seu trabalho seleccionando a opção "cancelar/guardar" localizada no fundo da página. Os dados que já foram submetidos serão armazenados até que volte ao processo de depósito. Pode retomar o depósito, na sua Área Pessoal, seleccionando "Abrir" e “Editar” no respectivo registo. Se sair acidentalmente de um processo de depósito, pode sempre retomá-lo na sua “Área pessoal”. Pode ainda cancelar o seu depósito em qualquer momento.


Submeti um documento mas este não aparece na colecção respectiva. Porquê?

Algumas colecções podem exigir que o processo de depósito passe por fases de edição e revisão bem como validação de metadados enquanto outras apenas passam pelo processo de validação de metadados.
Receberá uma notificação, através de correio electrónico, quando o seu documento passar a integrar a colecção, ou se existir algum problema com o seu depósito. Também poderá verificar o estado do seu depósito na sua "Área pessoal".
Para obter mais informações sobre os procedimentos de uma colecção em particular, pode entrar em contacto a biblioteca da sua unidade orgânica.


 

 

 

:. Direitos de autor

O que devo saber antes de disponibilizar um documento da minha autoria?

As questões mais frequentes quando se aborda o assunto do auto-arquivo/depósito de documentos relacionam-se com “E os direitos de autor?”, “As editoras permitem a publicação do texto integral em repositórios?”, “Que versões de documentos posso/devo depositar?”…
Assim, é importante saber que:
Todos os direitos de autor/copyright são do autor. No entanto, o autor pode ter transmitido ou cedido os mesmos a terceiros, formal e explicitamente (como geralmente acontece na publicação em revistas científicas internacionais). Esta transmissão e cedência são, no entanto, realizadas em condições variáveis, sendo muitas vezes possível o auto-arquivo do conteúdo em servidores institucionais ou pessoais.
Todas questões decorrentes dos direitos de autor são da total responsabilidade dos depositantes.
O Projecto Sherpa/RoMEO disponibiliza informação relativa às políticas das editoras e revistas, que permite ao autor confirmar se pode ou não disponibilizar os seus documentos e mediante que condições. Caso os autores desconheçam a política das revistas em que publicaram, podem sempre solicitar autorização à editora para auto-arquivar o seu documento.
A nível nacional, os autores poderão consultar o Projecto Blimunda. Este projecto, integrado no âmbito do RCAAP, pretende compilar as políticas de auto-arquivo das editoras e revistas científicas nacionais com o objectivo de, posteriormente, ser integrado no Projecto Sherpa/RoMEO.


O que são Preprints e Postprints?

Um Preprint corresponde a uma versão de um conteúdo (artigo, comunicação, etc.) que ainda não foi sujeito a revisão (revisão pelos pares/peer review) e/ou edição. Corresponde a um draft ainda não sujeito a revisão pelos pares ou outro processo de validação inerente à sua disponibilização pública, à sua publicação.
Um Postprint corresponde a uma versão que já foi sujeita a revisão e/ou edição.
As definições de preprint e postprint apresentadas seguem as definidas pelo Projecto Sherpa/RoMEO.
[Ver mais… http://www.sherpa.ac.uk/romeo/]


Qual a política de depósito do Repositório.UL?

A política de depósito do Repositório.UL corresponde à Política de Depósito de Publicações da UL (aprovada pelo Reitor em 2 Junho 2010) que obriga ao depósito da produção científica, de acordo com as seguintes indicações:
Os docentes e investigadores da UL devem depositar no Repositório toda a produção científica produzida no contexto das suas actividades na UL, como autores ou co-autores. Por produção científica entende-se as publicações científicas, nomeadamente artigos de revistas, comunicações, conferências, relatórios, capítulos de livros, entre outros, bem como livros sempre que haja a devida autorização.
Os centros de investigação, laboratórios associados e departamentos da UL devem garantir a execução da política de depósito da produção científica dos seus membros.
Os autores de teses e dissertações aprovadas pela UL são obrigados, conforme a Deliberação n.º1506/2006, publicada em Diário da República, 2.ª série, n.º209, de 30 de Outubro, a entregar cópia digital do seu trabalho em CD ou DVD, preferencialmente em formato pdf, acompanhada de declaração de autorização de depósito da tese ou dissertação no Repositório da UL.
[Ver mais…http://ulisses.sibul.ul.pt/GRIUL/html/politica-deposito.htm]



Que Direitos de Autor ficam associados aos documentos submetidos?  / O que é uma “licença de distribuição não-exclusiva”?

Os autores devem conceder à UL uma licença não-exclusiva para arquivar e tornar acessível, nomeadamente através do seu repositório institucional, os seus documentos em formato digital.Com a concessão desta licença não-exclusiva, os docentes e investigadores continuam a reter todos os seus direitos de autor.


Qual a diferença entre depositar e disponibilizar?

No âmbito dos repositórios institucionais, depositar significa registar um determinado trabalho, resultante da investigação desenvolvida, num sistema de informação – Repositório. Ao registo fica associado o próprio documento em formato digital (que pode ser constituído por um ou mais ficheiros). Disponibilizar refere-se ao tipo de acesso que se pretende dar ao referido documento. Podemos disponibilizar os documentos em acesso livre, em acesso restrito temporário ou em acesso restrito permanente. Assim, depositar um documento no repositório não quer dizer que o mesmo fique disponível em acesso livre. De acordo com a Política de depósito do Repositório.UL, deve depositar a sua produção no repositório podendo mantê-la, sempre que devidamente justificado, em acesso restrito permanente ou temporário. Após ultrapassado o período de embargo, o seu documento passará a estar disponível em acesso livre mundial.


Quais os tipos de acesso que posso atribuir aos meus documentos?

Existem 3 tipos de acesso:
- Acesso Livre (Open Access) – documento está disponível em texto integral para qualquer utilizador a nível mundial.
- Acesso restrito por 1, 2 ou 3 anos – documento não pode ser consultado em texto integral durante o período de tempo assinalado, por utilizadores que não pertençam à Universidade de Lisboa. Findo esse período, o documento passa a estar em acesso livre mundial.
- Acesso restrito – documento não pode ser consultado em texto integral. Apenas os metadados descritivos (autor, título, resumo, assunto, etc.) ficam disponíveis.


Existe algum tipo de controlo de acesso?

O Repositório.UL implementa controlos de acesso, para que a consulta de documentos que exijam restrições de acesso seja devidamente limitada. Alguns documentos ou mesmo colecções tem acesso limitado à UL. Informe-se junto da biblioteca da sua Unidade Orgânica sobre qual é a política de acesso definida para a sua colecção. Se desejar depositar um documento que exija um nível de controlo diferente do definido para a colecção informe o responsável da sua biblioteca ou os administradores do repositório (repositorio@reitoria.ul.pt) para que isso seja realizado convenientemente.


 

 

:. Acesso Livre/Open Access

O que é o “Acesso livre”?

Acesso Livre, Acesso Aberto ou Open Access significa a disponibilização livre na Internet de cópias gratuitas, online, de artigos de revistas científicas revistos por pares (peer-reviewed), comunicações em conferências, bem como relatórios técnicos, teses e documentos de trabalho. É uma forma de tornar acessíveis os resultados de investigação para toda a comunidade científica.


Quais as implicações do Acesso livre na Comunicação da Ciência?

Muitos dos artigos científicos não estão acessíveis. As limitações ao acesso daqui decorrentes traduzem-se numa perda de eficiência do sistema de comunicação da ciência, e em limitações ao impacto e reconhecimento dos resultados alcançados pelos investigadores e as instituições onde trabalham. Desta forma, aumentar a visibilidade e o impacto da investigação desenvolvida, através de uma maior acessibilidade com o Acesso Livre, é um interesse óbvio das universidades, das suas unidades orgânicas, bem como dos docentes e investigadores.
[ver mais…] (link http://projecto.rcaap.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=18&Itemid=23&lang=pt)


 

 

 

:. Que apoio me pode ser prestado?

Com quem posso contactar em caso de dúvidas?

Pode contactar a Biblioteca da sua Faculdade, Centro ou Instituto ou directamente o Grupo de Trabalho do Repositório. UL através do correio electrónico repositorio@reitoria.ul.pt.


Existe alguma documentação de Apoio?

Para informação complementar pode consultar:
- Guia de Auto-Arquivo
- Comunidades: documentos de adesão
- Folhetos e cartazes de divulgação
Estes materiais poderão ser consultados e descarregados em http://ulisses.sibul.ul.pt/GRIUL/html/apoio.htm


Que outro tipo de apoio poderei obter?

O Grupo de Trabalho do Repositório. UL está disponível para fazer sessões de divulgação e de esclarecimento junto das Unidades Orgânicas da UL. No entanto, para se conseguir rentabilizar o tempo e os recursos, é essencial que a U.O. consiga reunir um conjunto de autores / investigadores interessados nestas sessões.
Poderá solicitar estas ou outras actividades relacionadas com o Repositório.UL através de repositorio@reitoria.ul.pt.



© 2011 Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649 - 004 Lisboa
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt